ERASMUS + e EPATV: Lleida foi palco da quarta atividade de formação de docentes do projeto de investigação no Ensino Profissional PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

ERASMUS + e EPATV: Lleida foi palco da quarta atividade de formação de docentes do projeto de investigação no Ensino Profissional

Na passada semana, três docentes da Escola Profissional Amar Terra Verde estiveram em Lleida, em Espanha, para participar numa formação, cujo eixo central foi o empreendedorismo e, mais especificamente, a definição das bases para a elaboração de um selo empreendedor para as escolas participantes nesta rede, assim como os critérios para a sua atribuição.

Paralelamente, esta formação tinha ainda como objetivos identificar e partilhar boas práticas no que respeita ao empreendedorismo e inovação no Ensino Profissional, contribuir para a conceção de um Guia para a Criação e Gestão de Negócio, como suporte à criação do próprio emprego por parte dos estudantes do Ensino Profissional. Um dos objetivos a médio prazo foi definir incentivos para os estudantes que se destaquem pelo seu aproveitamento, criatividade, pensamento crítico e espírito de iniciativa, premiando-os, bem como às suas escolas e docentes, pelo esforço e mérito alcançados.

A formação juntou cerca de 22 docentes, entre 24 de fevereiro e 1 de março, em Lleida, oriundos da Itália, Alemanha, Grécia, Turquia, Lituânia, Espanha (organizadores do evento) e da EPATV, em representação de Portugal.

O EROVET - European Research Group on Vocational Education and Training - tem desenvolvido, nos últimos dois anos, um programa que permite promover e melhorar a forma como os jovens do Ensino Profissional acedem ao mercado de trabalho europeu, juntando, neste momento, mais de 50 instituições em toda a Europa. Tendo tido o seu início num projeto de parceria ERASMUS +, esta rede tem sido alargada a todas as instituições que desenvolvem o Ensino Profissional na Europa, manifestam a sua vontade de adesão em www.erovet.eu e cumprem os requisitos definidos para a garantia da qualidade na orientação vocacional, mobilidade e monitorização de emprego ou prosseguimento de estudos.

A formação do projeto europeu EROVET, cofinanciado pelo Programa Erasmus + da União Europeia, contou, ainda, com a presença de alguns técnicos e peritos externos no tema central da formação, integrou visitas de estudo a incubadoras empresariais e uma componente cultural.

Paralelamente, alguns técnicos das instituições fundadoras do consórcio, entre as quais a EPATV, trabalharam para a continuidade do projeto nos próximos três anos (2019-2021), procurando dar seguimento à reflexão e investigação já iniciada por estas instituições, e colmatando algumas necessidades entretanto identificadas pelos parceiros da rede, nomeadamente o desenvolvimento de ferramentas metodológicas para as escolas e docentes que permitam aos estudantes, enquanto destinatários últimos da iniciativa, o progresso na aquisição de competências de liderança e gestão, a três níveis a que o consórcio chamou “3P’s”: pessoal, profissional e de projeto.

Em maio, ocorrerá em Lleida, a reunião final deste ciclo do projeto ERASMUS +. A Comissão Diretiva, formada por representantes das oito entidades participantes, vai juntar-se para analisar os resultados obtidos nos dois últimos anos. Os principais resultados a avaliar são a Bolsa de Emprego partilhada; o Guia de Casos de Sucesso no Ensino Dual ou em Formação em Contexto de Trabalho; as bases dos Prémios de Empreendedorismo; e a distinção e reconhecimento em empreendedorismo e gestão de negócios para as Escolas ou Centros de Formação Profissional.

O projeto EROVET funciona através de uma rede fundada por oito instituições: INS Escola do Trebal de Lleida (Espanha), Dieythynsi Deyterobathmias Ekpaideysis N.Rodopis (Grécia), Landkreis Osnabrück Fachdienst Bildung (Alemanha), iiss des ambrois (Itália), Ortaköy 80. Yil Mesleki ve Teknik Anadolu Lisesi (Turquia), Vilniaus turizmo ir prekybos verslo mokykla (Lituânia), GLOBALleida (Espanha) e a Escola Profissional Amar Terra Verde (Portugal).